Fim de semana de muita fé

O final de semana foi dedicado à igreja. Tanto no sábado, como no domingo, fomos ao Orfanato, que também funciona como um centro comunitário com sua própria igreja onde Mama Jane é pastora.

Mama Jane, amigas norueguesas e Jessica
O Centro Comunitário e a "Igreja" são no mesmo salão, onde as crianças têm aula durante a semana - somente é mudada a configuração da sala.

De manhã, fomos todos na famosa van para a Igreja. As canções começam dentro do carro. Mais de 30 pessoas cantando e entoando melodias dedicadas a Deus.

Ao chegar lá, encontramos todas as demais crianças e adolescentes do orfanato - cerca de 150 no total. Nem todos são órfãos. Alguns moram com parentes, no caso dos pais terem falecido, ou somente tem um dos pais vivos, normalmente a mãe. Por uma razão ou outra, frequentam o orfanato durante a semana para as aulas, e nos finais de semana dedicados à igreja.

video
Rezas e Canções

A reza durou toda a manhã e início da tarde. Eu não conseguia entender o conteúdo das rezas e orações, mas pude senti-las como cada um que estava lá. A energia e fé que senti expressada, tanto pelos mais jovens quanto pelos mais velhos, raramente vi.


Rezas na Igreja

Sei o quanto é comum as famílias mais simples se dedicarem à religião e à fé para poderem ter algo em que acreditar e continuar suas duras jornadas de vida. Mas, poder vivenciar e sentir isso ao vivo foi realmente impressionante.

Dançamos e cantamos muito. Agradeceram-nos por estar lá cantando nossos nomes nas músicas.

video
Momentos de fé e emoção

Em um determinado momento, todos ficaram sentados em silêncio e quem quisesse poderia levantar e fazer seu agradecimento a Deus em voz alta.

Mama Jane agradecendo as oferendas do dia

Quando tomei coragem para levantar e agradecer por estar ali, a emoção tomou conta de mim e não consegui conter as lágrimas e o nó que senti na garganta. Somente consegui dizer o meu muito obrigada em Swahili (Asantesana), e me sentei novamente. Durante algum tempo fiqueichorando em silêncio. Emociono-me novamente agora, somente por lembrar este momento. 


Crianças na fila do almoço

No término da reza, todos almoçaram "ugali" (uma massa feita da flor do milho, água e sal), que também é servida no almoço das crianças todos os dias, pois é uma comida nutritiva e barata. Comemos com a mão, como todos fazem. Ajudei a lavar a louça e, logo em seguida, voltamos para casa.


Ugali, prato servido no Orfanato


video
Levando as crianças para casa, depois da reza

Eu estava emocionalmente tocada. Vim para o quarto e simplesmente dormi o restante da tarde. Precisava de meu espaço e recompor minhas energias...

É incrível como vamos experimentando novas emoções e sentimentos a cada dia, mesmo quando achamos que já estamos adaptados a uma nova realidade.

Realmente é muito diferente do que eu poderia imaginar... Muita doação... De corpo e alma... E eu não tinha ideia quanta energia e luz isso traz... Achei, sim, que eu estivesse preparada para isso... Mas, quando se vive de verdade, a gente percebe que não sabe nada da vida e tem muito a aprender... Estou aprendendo muito, a cada dia! Foi importante viver isso...

Não elaborei muito ainda, mas acho que tem coisas que devemos somente nos deixar sentir... portanto, fiquei com isso por hoje.

Mungu a kubariki (God bless you)!!

Nota: Os vídeos estão sem áudio, para o que estou tentando corrigir o problema.

9 comentários:

Yolanda Hollaender disse...

A fé emociona sempre, minha filha!
Considere as lágrimas tua elevação espiritual.
Certamente, você voltará com uma visão diferente dos paradigmas que viu até hoje.
Leve a certeza de que essas pessoas ao seu redor estão te ensinando muito sobre a vida.
Muita saudade de você!
Beijos
Tua mãe

Gina FCosta disse...

Oi Jessica, tenho lido todos teus posts e fico muito feliz por ti e me emociono junto ao ler todas histórias.que experiência você está vivendo! e nós, compartilhamos contigo a distância! super beijo.. louca para ouvir as histórias pessoalmente!! bjs Gina

Anônimo disse...

Emocionante seu relato! me tocou muito,estamos vivenciando tudo com vc.
Saudades
Bjs
Daniela

Debora Ceron Castejón disse...

Minha amiga, que emoção... com certeza essa sua experiencia será marcada em sua vida para sempre!!! Parabéns. Quando voltar quero encontrá-la para saber detalhes de tudo... e ver mais fotos.
Bjs

Anônimo disse...

Qdo voltar vamos marcar pra vc nos contar em detalhes todas essas emoções vividas, ok! bjo e saudades Andreza Trujillo

Anônimo disse...

Jé querida,
Eu to chorando.... Mal posso esperar sua volta para ouvir mais. Depois de uma chegada forte, vejo que vc parou de pensar e tem agora o pasmo essencial de uma criança. Aproveite!
Beijão
RE

Anônimo disse...

Amor, continuamos com voce. Torcendo e acompanhando cada momento. Se cuida e aproveita. Saudade, Dri

Nelcina disse...

Nossa Jessica, que forte! A forca da fe impressiona! Aproveite! Bjs, Nel

Sofia@dmrh.com.br disse...

Querida amiga, Chorei só com seu relato e pude imaginar a emoção que você tem vivido...Obrigada por nos dar este presente!
Um grande beijo e aproveite cada segundo. Sofia

Postar um comentário

Algumas dicas para postar um comentário: Esvreva sua mensagem. Selecione o perfil em Comentar como. Caso não tenha conta nas opções relacionadas, escolha Nome/URL.Escreva seu nome completo, desconsiderando o espaço URL.Visualize se quiser e clique em Postar Comentário. Sua mensagem será publicada automaticamente.